v0rl.s-cars.com.ua
A corrente do Golfo (em inglês: Gulf Stream) é uma corrente marítima potente, rápida e quente do oceano Atlântico que tem origem no Golfo do México, escapa pelo estreito da Flórida e segue a costa leste dos Estados Unidos e a sua extensão até a Europa torna os países do oeste deste continente mais quentes do que eles seriam sem essa corrente. No entanto, contrariamente ao que muita gente pensa, não parece ser a sua presença que provoca um grande diferencial de temperatura no inverno (de 15 a 20 °C) entre a América e a Europa, mas sim a diferença de direcção de transporte de calor da Flórida, o navegador Ponce de León nota que seus navios são levados por uma importante e rápida corrente de água quente que vem do atual Mar das Antilhas. Mas devido à sua morte prematura, foi somente em 1777 que Benjamin Franklin realiza um primeiro estudo sobre a corrente do Golfo
Islândia (em islandês: Ísland, pronunciado AFI: [ˈistlant]) é um país nórdico insular europeu situado no oceano Atlântico Norte.[4] O seu território abrange a ilha homônima e algumas pequenas ilhas no oceano Atlântico, localizadas entre a Europa continental e a Groenlândia (Gronelândia em português europeu). O país conta com uma população de quase 320 mil habitantes em uma área de cerca de 103 mil quilômetros quadrados.[5] A sua capital e maior cidade é Reiquiavique, cuja área metropolitana abriga cerca de dois terços da população nacional. Devido à sua localização na dorsal mesoatlântica, a Islândia tem uma grande atividade vulcânica e um importante gradiente geotérmico, o que afeta muito a sua paisagem. O interior é constituído principalmente por um planalto caracterizado por campos de areia, montanhas e glaciares. Aquecida pela corrente do Golfo, a Islândia tem um clima temperado em relação à sua latitude e oferece um ambiente habitável.[6
O islandês (íslenska) é uma língua nórdica do ramo germânico setentrional falada por aproximadamente 320 mil pessoas na Islândi
A língua sueca (svenska) é uma das cinco línguas germânicas setentrionais (ou línguas nórdicas). É falada por nove milhões de pessoas, predominantemente na Suécia e em partes da Finlândia, especialmente na costa e nas ilhas Åland. É mutuamente inteligível com as duas línguas nórdicas vizinhas, o dinamarquês e o norueguês. O islandês está mais afastado, em grande parte devido ao seu caráter arcaizante.[1][2][3
Finlândia (em finlandês: Loudspeaker.svg? Suomi , pronunciado: [suomi]; em sueco: Loudspeaker.svg? Finland, pronunciado: [ˈfɪnland]), oficialmente República da Finlândia,[5] é um país nórdico situado na região da Fino-Escandinávia, no norte da Europa. Faz fronteira com a Suécia a oeste, com a Rússia a leste e com a Noruega ao norte, enquanto a Estônia está ao sul através do Golfo da Finlândia.[3] A capital do país é Helsinque.[3][6] Cerca de 5,3 milhões de pessoas vivem na Finlândia, sendo que a maior parte da população está concentrada no sul do país.[1] É o oitavo maior país da Europa em extensão e o país menos densamente povoado da União Europeia. A língua materna de quase toda a população é o finlandês, que é uma das línguas fino-úgricas e é mais estreitamente relacionado com o estoniano. O finlandês é apenas uma das quatro línguas oficiais da UE que não são de origem Indo-Europeia. A segunda língua oficial da Finlândia - o Sueco - é a língua nativa de 5,5 por cento da população.[6][7
A Europa Setentrional é a porção norte do continente europeu. Em muitos momentos essa região tem sido definida de maneira variada, mas atualmente quase consensualmente inclui
Suécia (em sueco: Sverige, pronunciado: [ˈsværjɛ] ( ouvir)), oficialmente Reino da Suécia (em sueco: Loudspeaker.svg? Konungariket Sverige), é um país nórdico, localizado na península Escandinava na Europa Setentrional. A Suécia divide fronteiras terrestres com a Noruega, a oeste, e com a Finlândia, a nordeste, além de estar ligada à Dinamarca através da Ponte do Øresund, no sul
Até 1634, a Suécia estava subdividida em 25 províncias (landskap, em sueco) [1]. Estas províncias históricas, foram então substituídas como unidades administrativas pelos condados (län, em sueco)
O Condado de Uppsala (Sueco: Uppsala län) é um dos 21 condados da Suécia. Está situado na região histórica da Svealand, e tem como capital (residensstad) a cidade de Uppsala. Compreende a parte norte e ocidental da província histórica da Uppland. Ocupa 1,7% da superfície total do país, e tem uma população de cerca de 353 072 habitantes (2015).[1
Uppsala (na grafia antiga Upsala, nome antiga Östra Aros) é uma cidade e município da Suécia, situada a cerca de 70 quilômetros a norte de Estocolmo, e o centro administrativo do Condado de Uppsala (Uppsala län), assim como sede da arquidiocese da Igreja da Suécia.[1] É a quarta maior cidade sueca, com 128 500 mil habitantes (2005)
Carl Milles foi um escultor sueco, nascido em 1875, na proximidade de Uppsala, e falecido em 1955, em Lidingö.[1][2][3